Antes / Maternidade Real

Antes de ser mãe… a maternidade idealizada Loreta Berezutchi

2 de julho de 2013

Antes de ser mãe…

A única certeza é a incerteza!

É incrível como antes de ser mãe a gente sempre tem um manual de como vai fazer e como será, antes de ser mãe a maternidade é fácil e perfeita, claro, antes de ser mãe!

Quando os filhos chegam e a maternidade se torna real, o que acontece é um delicioso campeonato de quem toma mais cuspidas na testa, é ou não é?

Antes de ser mãe eu jurava que jamais deixaria meus filhos comerem assistindo TV, aliás eles nem assistiriam, pra quê TV? TV aliena as pessoas, tem muita propaganda, distorce a realidade….ahammmm.

Também costumava dizer que jamais permitiria que meus filhos dessem escândalo no chão do shopping ou em qualquer tipo de chão, que coisa mais feia! Que mãe é esta que não tem controle sobre o próprio filho? Essa mãe sou eu!

A maternidade antes da maternidade é linda, perfeita, cor-de-rosa e muito fácil! Daí os filhos vêm e jogam por terra todos os nossos conceitos, pré-conceitos, teorias e fundamentos. Eles vêm para nos tirar da órbita, para provar que a gente não sabia de nada e que qualquer certeza que você pudesse ter, você não terá mais.

Os valores são invertidos, os medos somem ou reaparecem, tudo muda, tudo muda mesmo! “Nada do que foi será, de novo do jeito que já foi um dia…”

A verdade é que não são apenas cuspidas na testa, essas cuspidas me tornaram uma pessoa melhor, me fizeram mais tolerante, me ensinaram a ser mais solidária, me transformaram de dentro pra fora, e quando eu acho que já tá beleza, tudo certo e aprendido, lá vem mais uma cuspida! E vamos levando! Viva a maternagem!

loreta_interna

Paulistana que já morou no Recife, geminiana sempre em busca de informação. Apaixonada por filmes, livros, internet e Doritos com Cheddar, mãe do Pedro e da Cacá, descobriu que escrever sobre o seu amor é a sua verdadeira e maior paixão. Loreta escreve o blog Bagagem de Mãe.

 

Deixe o seu Comentário


  • Eliane Amurin

    È bem assim mesmo Loreta, e a vida a dois com o marido muda também, porque agora não somos mais dois somos tres, então ao decorrer do desenvolvimento do bebê, eu e meu marido conversamos sobre, principalmente em nossa linguagem, que quando ela aprender a falar que não está muito longe, irá repetir tudo que ouvir ao seu redor. Estes dias mesmo conversando com meu marido no carro, disse a ele que daqui a pouco teremos que prestar atenção no assunto que estamos tratando na frente da Giovanna Valentina, e substituir algumas palavras, por outras. Sou pedagoga e em sala de aula, eu e outra educadora trocavamos algumas palavras por outras, como por exemplo: Cassete viu, por ,Oras bolas e assim vai..rsrsr

    Enfim essa parte da musica que você citou retrata muito o que é ser mãe “Nada do que foi será, de novo do jeito que já foi um dia…”

    Bjs
    Eliane amurin

  • Alessandra Pinheiro

    Bem assim…..rsrsrsr


Editoriais em Destaque

O que levar na bolsa do bebê

14 de outubro de 2013

Uma lista completa de itens que precisam ser levados nos passeios

Livros infantis para cada idade

10 de dezembro de 2013

Sugestões de histórias e dicas para incentivar a leitura desde cedo

Amamentação: somos mais que um par de peitos

2 de dezembro de 2013

No momento mais sensível, temos que tomar uma decisão: amamentar ou não

Ano novo: o que desejamos para nossos filhos em 2014

16 de dezembro de 2013

Confira a lista de pedidos das nossas mulheres e mães

Galeria Mulher e Mãe