De mãe para mãe / Depois

5 mantras para deixar a maternidade mais divertida Rezinha, simpatia, novena... Tem horas que a gente recorre a tudo Helena Dias

9 de outubro de 2013

5 mantras para deixar a maternidade mais divertida

Alguns mantras me fazem respirar fundo nos momentos mais desesperadores

Estes dias estava pensando em como a maternidade muda a nossa vida. Há coisas que a gente só descobre mesmo quando é mãe  e algumas mulheres demoram mais (às vezes nunca) pra se acostumar com as mudanças. Alguns mantras me fazem respirar fundo nos momentos mais desesperadores ou até mesmo quando a paciência acaba. Um deles deve servir pra você também. Veja só:

1 – A única limpeza fundamental é a da alma (a da casa não mais).

Paredes com marcas de mãos, casaco sujo de comida, tapete com vômito, xixi em cima da cama… Pode limpar à vontade que logo logo tem mais. Depois da maternidade, a gente aprende que casa limpa vira um desafio e, melhor, aprende a conviver em ambientes desarrumados. E isso vale pra todas as casas com crianças, viu? Deixa a neura de lado e vai ser feliz sujando junto com eles.

2 – Lavou, tá novo!

Isso vale principalmente para as crianças, que às vezes ficam de um jeito que só banho resolve, né? Não adianta vestir aquela roupa exclusiva que você comprou quando foi à Europa e fazer seu filho ficar estático para não sujá-la. Aliás, sujeira é o sobrenome da infância saudável. Deixa ser feliz…

3 – Pai é pai, mãe é mãe.

Sei que nós, mães, às vezes nos estressamos com eles, pais, e achamos que poderiam fazer mais e que a carga é pesada nas nossas costas. E ela é mesmo. Por mais que os pais ajudem nas tarefas de mãe, provavelmente eles não vão conseguir fazer as mesmas coisas que a gente. E a explicação é simples: mulher é multifuncional; homem não.

4 – Eu sou um ser evoluído.

Você é e todas as mães são. Nossa jornada purifica mais a alma do que qualquer ritual budista. Renunciamos a alguns luxos, como comida quente, 8 horas de sono, banho demorado, roupa limpinha, silêncio, costas eretas… Muita gente não aguentaria isso não…

 5 - Errar é humano, mas errar duas vezes é normal para qualquer mãe.

Toda mãe quer fazer tudo certo para o seu filho, mas a gente tem que entender que isso é tarefa pra heroína.  Cometer erros de vez em quando não significa que você não é boa mãe, nem que ama menos seu filho. Martírio na maternidade não, tá?

Beijos em vocês e nos filhotes.

helena.jpg

Helena Dias é jornalista e mãe de primeira viagem. Junto a maternidade, descobriu a delícia de planejar festas e caçar tendências por aí. Vive na correria e seu passatempo favorito é apertar as bochechas do Benício. Mãe coruja, mantém um instagram @corujicess, onde compartilha as descobertas do filhote.

Deixe o seu Comentário



Editoriais em Destaque

Visita na maternidade: o que fazer

30 de setembro de 2013

Saiba o que fazer e como não agir neste momento delicado - e claro, feliz

Livros infantis para cada idade

10 de dezembro de 2013

Sugestões de histórias e dicas para incentivar a leitura desde cedo

Dentinhos nascendo: saiba como aliviar os sintomas

21 de outubro de 2013

Mães dão dicas preciosas para você passar ilesa por essa fase

Deixe o sentimento político renascer

21 de junho de 2013

Você quer entender melhor o momento político pelo qual estamos passando? Então, dê uma olhadinha neste post! Ele explica de um jeito fácil e acessível a situação atual de nosso país.

Galeria Mulher e Mãe