Depois / PostNovela

Cap. 15 – É piada, né? Tem hora que é melhor rir para não chorar ;) Fabiana Deziderio

15 de junho de 2012

Cap. 15 – É piada, né?

Não se preocupe, você não é a única mãe que está passando por isso!

No episódio anterior a Mulher Maravilha empresta para a minha pessoa sua corrida em câmera lenta. Não viu, não tem problema. Clique aqui.

Episódio de hoje: É piada, né?

Queria começar este episódio rindo. Rindo bastante, não porque seja gozado (evitando aqui um trocadilho barato), mas porque tem hora que é melhor rir para não chorar.

A questão é que sexo depois dos filhos merece status de piada!!!

Evidentemente algumas poucas mulheres (na mesma proporção do trevo de 4 folhas) continuam na ativa como se não houvesse amanhã, mas a maioria, a grande massa tem até preguiça de pensar no assunto.

Por este motivo, esta postnovela vai ser estilo standp-up comedy. Porque rir ainda é o melhor remédio.

Baixem as luzes e imaginem que estou sentanda num cadeirão de bebê com um microfone de “Sid o cientista” e vamos começar com as anedotas.

Sexo depois dos filhos é como piada de português. A Maria pede para Manoel matá-la com o troço de fazer xixi e ele dá uma bela penicada na cabeça dela. Hahahahahahah. Gente, falta de sono dá nisso. A gente leva tudo ao pé da letra…Hahahahhaha.

Outro dia disse para o Marcus: – Amor, estou queimando e ele respondeu: – Pega dipirona que deve ser febre de virose. Hahahahahahahhahaha. Podia chamar Dipiroca, né? Cê toma e resolve tudo de uma vez.

Joaquim chega e me dá um beijo de novela na boca. Eu digo: – Não pode filho. Mas, o Marcus achou que era com ele huahuahuauhauhauahua. Não beijou mais. O cérebro atrofia meu povo. Hahahahahaha.

Chego ao pé do ouvido de Marcus e digo com uma voz bem fofinha: Vai comprar fralda antes que eu arranque cada cílio do seu olho. Ele não pode reclamar, né? Sadomasoquismo do bom rolando em casa! Uhuhuuuuhu.

Teve uma noite que combinamos e só de combinar já dá aquele desânimo. Ai, começamos: – Dorme, Joaquim, dorme logo. Quando finalmente conseguimos que ele caisse no sono, descobrimos que o cachorro queria brincar (de jogar bola, gente, nada de pensar mal). Chorei de ódio, né? Hahahahahahahaha.

Simão costuma dizer que nóis sofre, mais nóis goza. Eu digo que mãe sofre e ama. O gozado fica mesmo só para as piadinhas. Hahahahahahaha.

Trilha sonora: Vamos de Layla? Pra mim, é a declaração de amor mais “cool” que conheço e eu literalmente fico de joelhos para o Sr. Clapton. Faz parte sonhar :)

Não perca o próximo e eletrizante capítulo de Fragmentos da Vida Materna. A primeira postnovela materna brasileira.

Deixe o seu Comentário



Editoriais em Destaque

Dia das crianças: que tal fazer coisas simples?

7 de outubro de 2013

Brincar, abraçar, cozinhar e até mesmo não usar o celular são agrados que, para muitos, valem mais que um presente

Mães conectadas

27 de maio de 2013

A maternidade é um momento de descobertas e as vezes, de solidão. Os grupos maternos da internet dão dicas e apoio para as mulheres neste momento tão especial. Venha conhecer alguns grupos bacanas!

Ano novo: o que desejamos para nossos filhos em 2014

16 de dezembro de 2013

Confira a lista de pedidos das nossas mulheres e mães

Estou grávida

30 de janeiro de 2013

Um par de sapatinhos entregue cuidadosamente para o pai é a cena que representa o momento do "estou grávida". Mas, na vida real a coisa é um pouquinho diferente e pra ser sincera é bem mais legal! Conheça a

Galeria Mulher e Mãe