Depois / PostNovela

Cap. 41 – Mãe, ele já chegou? Como é fácil explicar para uma criança que o Papai Noel tem data certa para chegar :) Fabiana Deziderio

27 de dezembro de 2012

Cap. 41 – Mãe, ele já chegou?

É incrível como o nascimento de um filho resgata o lado mágico do Natal! :)

No capítulo anterior falamos sobre coisinhas que colocam nossos filhos em estado de “fim do mundo”. Não viu? Clique aqui.

Episódio de hoje: Mãe, ele já chegou?

É incrível como o nascimento de um filho resgata o lado mágico do Natal. O nosso discurso fica mais colorido e mais encantador e entramos, junto com eles, na viagem característica da época. Perdi as contas de quantas cenouras imaginárias dei para as renas, quantas viagens fiz para o Pólo Norte e quantas ligações realizei para o bom velhinho. Tudo isso para aflorar em Joaquim algo que acho importante: a imaginação.

Mas, e tudo na vida tem um “mas”, não é tarefa simples sustentar por muito tempo a tal história do Papai Noel. Isso porque Joaquim está numa fase de perguntas intermináveis e a todo instante soltava: Mãe, ele já chegou? (e tem horas que dá nos nervos, viu?).

E é nessa expectativa que começaremos hoje a postnovela cronológica do Natal! Eba!!!!

  • 25/11/2012 (1 mês antes)

Má: – Esse ano a gente faz direitinho. Deixaremos os presentes na árvore para ele abrir dia 25.
Eu: – Sim.

  • 10/11/2012 (15 dias antes)

Má: – A história da árvore está de pé, certo?
Eu: – Sim.

  • 20/12/2012 (5 dias antes)

Má: – Fabi, o presente tá no carro, ele não vai ver. Tenho certeza que ele curtirá encontrar os presentes na manhã de 25.
Eu: – Sim.

  • 22/12/2012 (3 dias antes)

Má: – Fabi, não tem árvore de Natal na casa de sua mãe.
Eu: – Sim.

Aqui vale um comentário: Como mudamos a casa da comemoração em cima da hora, vi a árvore que eu carreguei no cólo junto com Joaquim, por mais de 2 km, perder completamente a função…

Má: – E como a gente faz?
Eu: – Entrega antes.
Má: – Ah, não. Vamos entregar 25…

  • 24/12/2012 (1 dia antes)

Joaquim: – Mamãe, não vou dormir. Quero ver o Papai Noel.
Cara de pânico (mexeu com sono, mexeu com a vida).
Eu: – Vai sim.
Joaquim: – Não vou.
Eu: – Vai.
Joaquim: – Não vou.

Então, chamei o pai de canto e avisei: – Entrega isso hoje, não aguento mais a ansiedade dele (dava dó, parecia pai na maternidade esperando o filho nascer, sabe?).

Má: – Mas poxa, vai acabar com o clima.
Eu: – Antes com o clima, do que com meu sono (tipo mal humorada pacas).
Má: – Saco.
Eu: – Saco mesmo, entrega logo e vamos acabar com isso. O menino não para de roer as unhas.

E foi desse jeitinho romântico que Joaquim recebeu a visita imaginária do Papai Noel no dia 24/12/2012 às 21 hrs e recebeu também uma das maiores lições de sua vida: Toda mentira envolve riqueza de detalhes, porque gente, cada membro da família inventava uma coisa, parecia conversa de doido!

Bom e antes de entrar na trilha de hoje vou adiantar 2 coisas: A primeira é que Joaquim conhece a verdadeira história do Natal (o nascimento de “Jisus” como ele diz) e a segunda é que já estou com banzo (saudade) da mais efetiva ameaça sobre comportamento: – Vou contar tudo pro Papai Noel (Rá!).

Vamos de trilha.

Beijos grandes e até 2013.

FIM

Não perca o próximo episódio de Fragmentos da Vida Materna – a primeira postnovela materna brasileira.

Deixe o seu Comentário



Editoriais em Destaque

Visita na maternidade: o que fazer

30 de setembro de 2013

Saiba o que fazer e como não agir neste momento delicado - e claro, feliz

Livros Infantis para pais e filhos

29 de janeiro de 2013

Livros infantis estimulam a imaginação e são uma excelente atividade para pais e filhos.

Mãe: oito razões para conquistar esse título

25 de julho de 2013

Mulheres revelam por que ser mãe foi a melhor coisa que aconteceu em suas vidas

Mães conectadas

27 de maio de 2013

A maternidade é um momento de descobertas e as vezes, de solidão. Os grupos maternos da internet dão dicas e apoio para as mulheres neste momento tão especial. Venha conhecer alguns grupos bacanas!

Galeria Mulher e Mãe