Depois / PostNovela

Cap. 49 – Reunião de condomínio Filhos trazem a maior sorte do mundo! Fabiana Deziderio

28 de fevereiro de 2013

Cap. 49 – Reunião de condomínio

Reunião de condomínio nem sempre é um sonho encantado, mas, Joaquim consegue tornar tudo bem mais divertido :)

Semana passada falei sobre o botox e o amor. Não viu? Então, clique aqui.

Episódio de hoje: Reunião de condomínio

A cada 2 anos acontece um grande evento em meu prédio: a reunião de condomínio com sorteio das vagas da garagem.Fica todo mundo tenso, porque tem vaga que não cabe nem uma motoquinha de criança e todo brasileiro é, declaradamente, apaixonado por carro.

E o negócio é tão quente que começamos, cerca de duas semanas antes do evento, a nos olharmos como concorrentes e ao nos encontrarmos no elevador, deixamos o papo do tempo de lado e mandamos: E ai, vai no sorteio da vaga da garagem? (torcendo para que não, rs).

Então, resolvemos contar para o Joaquim que teríamos o tal evento/sorteio. Pedindo, de uma forma infantil, pra ele torcer, assim nosso número sairia logo. Eu acho muito estranho, mas a gente acha que filho dá uma certa sorte, né não?

Bom, o temido dia chegou. Estava tensa e resolvi me preparar. Pedi para o avô cuidar de Joaquim enquanto eu dava suporte emocional para o marido. Sério, uma vaga ruim representaria um verdadeiro castigo para o casamento e a gente “não estamos” podendo arrumar mais motivos para brigas.

Nos sentamos perto dos vizinhos chegados, concorrentes, mas chegados e depois de decisões e conversas de condomínio, chegamos ao momento ápice da noite: o início do sorteio.
A cada número uma gotinha de suor a mais, a cada gota, uma vaga boa a menos e a coisa ficou tão “profissa” que o Marcão (mais conhecido como marido) mapeou as melhores vagas (PS.: Não só ele, várias pessoas fizeram o mesmo) a ponto de estar mais para bingo do que para sorteio.
Escutamos várias vezes:
- Por favor, você pode repetir o último número?

E finalmente, depois de uns bons minutos de tensão, escutamos: apartamento 54 (o nosso). Não precisou falar duas vezes. Olhei pro marido, fiz o clássico “levanta logo” e depois de escolhida a vaga respirei aliviada. Eu sei que isso é muito bobo (ficar tenso por conta da vaga), mas os moradores se pilham de uma forma, que rola o maior clima. Aliás rola, como diria o pessoal do facebook: “o maior clima ever”. :)

Uma vez resolvido, subimos. A reunião tinha demorado montes e ao encontrarmos Joaquim comentamos que a nossa vaga estava garantida.
Ai Joaquim, que sempre tem uma imaginação fértil, disse:

- Papai, tiraram o apartamento (se referindo ao número do sorteio)?
- Sim.
- Que bom, porque esse aqui já é velho, não serve mais, quero mudar para o outro logo, e fez um gritinho tipo “uhuhuhu” de felicidade.

Joaquim, nós não vamos trocar de apartamento, só de vaga e começamos a rir.

Pausa para interpretarmos a cena.

Moço do sorteio: – Apartamento 54.
Nós: – Aqui.
Moço do Sorteio: – Vocês vão para o apartamento 123.
Nós: – Mas não tem armários.
Moço do sorteio: – Nós sabemos, mas os melhores apartamentos já foram escolhidos….

Hahahhahahahaha…..Joaquim pira na imaginação e a gente pira junto e embarcar nas histórias dos pequenos fazem o nosso dia mais feliz!

E para encerrar, ofereço a trilha/dancinha de hoje para todos os vizinhos que conquistaram um lugar ao sol, ou melhor, uma boa vaga. Bora?

Até o próximo capítulo de Fragmentos da Vida Materna, a primeira postnovela materna brasileira.

Deixe o seu Comentário



Editoriais em Destaque

Dicas para desfralde

29 de janeiro de 2013

Conheça as dicas das mães que já passaram pela fase do desfralde

Festa infantil em casa ou em buffet?

2 de setembro de 2013

Conheça as vantagens e as desvantagens de cada opção

Ano novo: o que desejamos para nossos filhos em 2014

16 de dezembro de 2013

Confira a lista de pedidos das nossas mulheres e mães

20 formas de usar o lenço umedecido

4 de novembro de 2013

As funções desse produto vão muito além da higiene do bebê. Você vai se surpreender

Galeria Mulher e Mãe