Depois / Maternidade Real

Meu filho não ganhou peso no primeiro mês Por que meu bebê não ganhava peso e o que fizemos Helena Dias

4 de setembro de 2013

Meu filho não ganhou peso no primeiro mês

Na minha casa, fazer com que o Beni ganhasse peso foi uma luta. E na sua?

Oi, mamães! Hoje quero contar um fato que aconteceu comigo quando meu filho nasceu: ele não ganhou peso no primeiro mês. Eu ouvia coisas do tipo “meu bebê mama que é uma beleza, ganhou 800 g no primeiro mês”, e pensava comigo: o que será que está errado? Será que não tenho leite suficiente? E olha que o Beni mamava bastante. Nunca controlei horários, sempre na livre demanda.

Depois, fui descobrir que a amamentação consome muita energia do bebê. Pra ele, é como correr meia maratona, e todos os dias. E acho que foi isso que aconteceu com meu filho. Ao mesmo tempo que mamava, gastava muitas calorias, porque ficava muito tempo no peito.

Amamentação traz muitos benefícios pra mamãe e pro bebê, mas, no começo, é um lance difícil! Junto a ela vem a adaptação do recém-nascido em casa, a dor das rachaduras, o cansaço e a ansiedade. Depois disso, quando a gente acerta a mão, só temos alegrias. Acho que os peitos deveriam ser transparentes pra gente poder ver tudo o que sai deles e ter certeza de que nosso filhote está bem alimentado, né?

A cada consulta semanal, eu ficava mais estressada ao ver que ele não engordava. Cheguei até a questionar a precisão da balança do pediatra, acreditam? Fazia contas de quantas mamadas ele fazia, quantos mls ele deveria estar bebendo etc. E na minha cabeça, essa conta não fechava!

Quando ele completou um mês, sob orientação do pediatra, introduzimos complemento. Enfim, estava prestes a perder meu reinado para a mamadeira. É muito comum os bebês rejeitarem o peito quando começam a tomar mamadeira. O esforço para sugar é bem menor.

No começo, após as mamadas, dávamos o suplemento em um copinho pra evitar a mamadeira. Não deu muito certo. Depois foi a mamadeira mesmo e hoje eu confesso: foi a melhor coisa que fizemos. Antes dela, eu andava estressada, ficava encanada se ele estava alimentado e o Beni vivia irritadinho, porque estava sempre com fome (dizem que meninos são mais gulosos, secam as mães).

Depois da mamadeira, saciado, ele passou a dormir melhor e começou a ganhar peso. Mas eu sempre dava o complemento depois da mamada no peito (nunca substituía) e acho que, por isso, ele não rejeitou; mama até hoje e tem vezes que ainda prefere o peito.

Vocês também tiveram medo da mamadeira?

Beijos e até a próxima semana.

helena.jpg

Helena Dias é jornalista e mãe de primeira viagem. Junto a maternidade, descobriu a delícia de planejar festas e caçar tendências por aí. Vive na correria e seu passatempo favorito é apertar as bochechas do Benício. Mãe coruja, mantém um instagram @corujicess, onde compartilha as descobertas do filhote.

Deixe o seu Comentário


  • tatiana

    meu primeiro filho foi uma menina, delicada…após oito anos engravidei de um menino, ele nasceu há 1 mês e 5 dias…quando coloquei ele no peito a primeira vez me assustei com a força da sua sucção, ele estraçalhou meus mamilos nas primeiras mamadas…rsrs…eu quis desistir pois doía muito, mas respirei fundo e após um mês ele ganhou 890g e me senti muito feliz, amamentar é trabalhoso, desgastante, é dar a vida por seu bebê!


Editoriais em Destaque

Dicas de vídeos para as crianças

4 de março de 2013

As maiores especialistas no assunto (as mães) contam pra nós quais são os vídeos prediletos dos pequeninos e o resultado é uma lista que garante a diversão da meninada.

Mãe: oito razões para conquistar esse título

25 de julho de 2013

Mulheres revelam por que ser mãe foi a melhor coisa que aconteceu em suas vidas

Dia das crianças: que tal fazer coisas simples?

7 de outubro de 2013

Brincar, abraçar, cozinhar e até mesmo não usar o celular são agrados que, para muitos, valem mais que um presente

Socorro, meu filho não quer fazer inalação!

20 de dezembro de 2013

Essa hora costuma ser traumática? Então, dê uma olhadinha em nossas sugestões

Galeria Mulher e Mãe