Depois / PostNovela

Rodízio de pizza Que boa ideia para quem está de dieta ;) Fabiana Deziderio

8 de outubro de 2013

Rodízio de pizza

A gente come que se acaba e depois passa o resto da semana sentindo uma culpa enorme

Atenção para o top de 5 segundos: 5 – Já vai começar “Rodízio de pizza”. 4 – Você já experimentou uma saia estranha? 3 – Daquelas que têm um elástico do inferno na cintura?  2 – Não sabe nem do que estou falando? 1 – Então, clique aqui.

No ar: Episódio 11 (CORRE)!!!

Apenas para contextualizar, quero iniciar este capítulo com um pequenino e necessário flash back.

Eu: – Má, preciso ficar de olho no que estou comendo, não quero engordar tudo novamente.
Má: – Ok, eu te ajudo.

Voltemos para o tempo real. É fim de semana e precisamos promover algo interessante para Kakim. Eis que surge a ideia: ele amaria ir a um rodízio de pizza. Começamos a viajar na história. O forno, o preparo da massa, as pessoas, os garçons e a oferta. Sim, seria bem divertido para a criança. Então, fomos.

A cena de um monte de gente comendo feliz impressiona o moleque e entre conversas e brincadeiras um “sim” para os diferentes sabores que passam por nossa mesa. A diversão acontece, de vez em quando Joaquim pede para ir embora, mas a interação é boa e estamos conseguindo contornar a situação.

Passado um bom tempo, Kakim apresenta ares enfadonhos. Decidimos portanto que era hora de virar o triângulo para as opções doces. Hummm… Pizza prestígio, de brigadeiro, romeu e julieta. Garçom, mais um refrigerante “light”, por favor?

Então, fechamos a conta. Aliás, duas: uma do restaurante e outra da quantidade absurda de calorias ingeridas. Foi aí que senti uma rocha caindo sobre minha cabeça, ou melhor sobre o estômago. Lembrei do diálogo do flash back e sofri em conchinha. Por que eu faço isso? Por que?????????? AHHHHHHHHH (esse é meu grito de sofrimento).

Meu mundo acabou parcialmente, até porque mãe não tem muito tempo pra sofrer e prometi que o dia seguinte seria diferente. Mas, tinha pavê de chocolate na casa da sogra e o resto da história você já sabe qual é! :)

Trilha para a postnovela de hoje:

Erros de gravação:

Eu: – Joaquim, deixa a mamãe escrever?
Kakim: – Tá “noendo” meu dedinho, “quelo” gelo.
Eu: Que gelo? Deixa eu ver o dedo…
Kakim: Tá “noendo”, tá “noendo”, tá “noendo” (falou isso umas 15 vezes como um disco arranhado).
Eu: – Passei uma pomadinha e ele pulou para meu colo, encostou e dormiu. E é com um moleque nesta posição que estou digitando esta postnovela materna brasileira. :/ FIM

autor_fabiana.jpg

A Fabi chegou no finalzinho de 2011 e emprestou para nós sua filosofia de vida e de maternidade: se tudo mais falhar, ria de si mesma! Ela é mãe do Joaquim, fundadora da postnovela “Fragmentos da Vida Materna” e do Mãenicômio, e gerente da plataforma Mulher & Mãe.

Deixe o seu Comentário



Editoriais em Destaque

Festa infantil em casa ou em buffet?

2 de setembro de 2013

Conheça as vantagens e as desvantagens de cada opção

Estou grávida

30 de janeiro de 2013

Um par de sapatinhos entregue cuidadosamente para o pai é a cena que representa o momento do "estou grávida". Mas, na vida real a coisa é um pouquinho diferente e pra ser sincera é bem mais legal! Conheça a

Livros Infantis para pais e filhos

29 de janeiro de 2013

Livros infantis estimulam a imaginação e são uma excelente atividade para pais e filhos.

O que levar na bolsa do bebê

14 de outubro de 2013

Uma lista completa de itens que precisam ser levados nos passeios

Galeria Mulher e Mãe