Depois / De mãe para mãe

Como guardar as memórias em espaços pequenos Eles crescem e o coração aperta! Mulher & Mãe

13 de maio de 2013

Como guardar as memórias em espaços pequenos

Guardar algumas peças e fotograr outras pode ser uma excelente opção para preservar os espaços.

Quando fazemos o enxoval do bebê, temos sempre as nossas peças prediletas. O macacãozinho pelo qual nos apaixonamos, o primeiro sapatinho que ganhamos de nossas mães quando demos a notícia da gravidez, a roupinha de batizado e uma série de peças que são especiais.

Então, eles nascem, crescem e, perdem rapidamente tudo e isso nos deixa com mais vontade de congelar o tempo, de ficar com aquilo que lembre os momentos tão simbólicos da chegada dos pequeninos.

Acontece que, muitas de nós moramos em espaços pequenos e fica difícil guardar todo o enxoval do primeiro ano de vida. Por isso, no post de hoje, vamos colocar algumas dicas de como armazenar estas memórias, sem ocupar muito espaço. Vamos?

Desapegar

1) Separe roupinhas, brinquedos, sapatinhos e afins num só lugar. Agora avalie: O que deve ficar fisicamente e o que pode ser fotografado para recordação? Lembre-se: é importante praticar o desapego!

2) Escolha o lugar em que estas coisas serão mantidas, pode ser uma mala, uma caixa bonita, uma gaveta, mas lembre-se de ser fiel ao espaço determinado.

Preservar

1) Se você também pretende guardar os cartões de boas-vindas, fotografias e outras coisas de papel, é bom saber que eles precisam ser mantidos em pastas separadas das roupinhas, pois, com o tempo, podem soltar tinta e manchar as peças.

2) Não armazene as roupinhas em sacos plásticos, as peças precisam respirar! Aquela dica da vovó de usar bolinhas de naftalina pode ser uma boa para proteger de traças e se você não suporta o cheiro da naftalina, saiba que já existe no mercado sachês de naftalina perfumados.

3) Caso tenha escolhido uma mala, gaveta ou caixa e queira separar as roupinhas em saquinhos, prefira os sacos de tecido.

Transformar

Algumas mães optam por dar uma nova função para as primeiras peças do bebê. Você pode transformar estes itens históricos em objetos de decoração: Vale enquadrar sapatinhos, sapatilhas de balé, roupinhas e afins. Você pode também levar os sapatinhos para banho de prata e bronze, o sapatinho perde a cor para o metal, mas você terá uma peça para o resto da vida.

Doar

Guardar as memórias é muito importante para preservar a nossa história, mas doar para quem precisa faz um bem enorme para o coração. Sem contar que ensinamos um valor muito legal para nossos filhos.

Visitar

Em nosso Pinterest você encontrará algumas idéias para transformar as lembranças em lindos objetos decorativos. Corre lá!

Lembre-se: Pratique o desapego e guarde apenas o que for muito especial, são lições de organização e solidariedade que os nossos pequenos aprendem em casa.

Beijos grandes.

Deixe o seu Comentário


Os comentários estão fechados.


Posts em Destaque

A idade certa para ser mãe

21 de maio de 2013

Assim como não existe mãe ideal, modelos perfeitos, a idade certa para ser mãe também não existe! O melhor momento é aquele em que você decide se entregar, de verdade, para a causa da maternidade!

Cap. 5 – Banheiro

8 de março de 2012

No episódio anterior passei por um certo mau humor na hora de colocar um biquíni. Se perdeu esta briga mental estilo ultimate fighter é só clicar aqui. Episódio especial para semana Mulher e Mãe: Banheiro Começo este folhetim on-line

Hack Gems For Clash Of Clans

9 de março de 2017

This guideline should help your for Clash of Clans Cheats and Hack for getting free gems and gold in your sport. The hacks and Cheats for free gems technology in your account allow for you a novel power to

Cap. 50 – Banheiro de estádio

18 de abril de 2013

Essa postnovela é uma homenagem a todas as mães de garotões desfraldados. Tem uma coisinha, um detalhezinho que acontece, que ninguém comenta :) Vem que tem Fragmentos da Vida Materna.

Galeria Mulher e Mãe