PostNovela / Sempre

Cap. 37 – Então, vai você! Boba sou eu, rs. Fabiana Deziderio

29 de novembro de 2012

Cap. 37 – Então, vai você!

A gente arma a lona, prepara o discurso e no fim, sai da palhaça :)

No capítulo anterior falei sobre uma conversa doida que tive com Joaquim. Se não viu, é só clicar aqui.

Episódio de hoje: Então, vai você!

Joaquim dorme na minha cama desde os 10 meses de idade. Não que eu seja mega ativista da cama compartilhada, é que eu precisava dormir e essa foi a solução encontrada pelos habitantes da residência.

Mas agora que o mocinho está com 3 anos, e consequentemente maior, estamos sofrendo, eu e o marido, de dores crônicas na coluna.

Então, a gênia aqui, resolveu fazer uma coisa meio termo: colocar um colchão no meu quarto para ele dormir. Que mal tem?
Assim que o pequenino adormeceu o tirei da minha cama e o acomodei no colchão (antes dei alguns milhares de beijo, porque meio que senti culpa, sabe?).
A noite transcorreu bem. Ele não reclamou, dormiu bastante e fiquei aliviada. Seria desta forma até ele voltar para o próprio quarto.

Logo que o dia amanheceu ele acordou e questionou: – Mamãe, o que estou fazendo aqui?
- Ah! filho, você gostou? A mamãe preparou um acampamento especial pra você. Olha que legal!!! Tem almofadas, alguns bichinhos, super fofinho. Ficou uma delícia, não?

Ele não falou nada, mas quem cala consente, né?

(Senhor editor, colocar aqui a imagem de dia passando, sabe quando aparecem as nuvens correndo?)

Logo chegou a hora de dormir. Preparei tudo novamente, estava me sentindo “pimpona” (quase malandra rs). Joaquim observava tudo muito silenciosamente.
Foi então, que soltei a frase: – Filho, vem deitar. Já está mais que na hora.
E dei um tapinha no colchão.

E eis que a resposta do garoto traz hoje o ápice, o centro, “o momento” deste capítulo. Preparada?

- Eu vou xim, mas vai ser na sua cama. Você gustou do campamento, então podi dormi nele.

Trombone triste, por favor.

Sim, cara leitora, isso foi dito por um menininho de 3 anos (aquele que eu carreguei, ninei, alimentei, etc) e garanto que ele não é o único que dá um nó na própria mãe :))))

Trilha de hoje merece um “Viver e não ter a vergonha de ser feliz”, né?

FIM

Não perca o próximo e eletrizante episódio de Fragmentos da Vida Materna – a primeira postnovela materna brasileira!

Deixe o seu Comentário



Editoriais em Destaque

Amamentação: somos mais que um par de peitos

2 de dezembro de 2013

No momento mais sensível, temos que tomar uma decisão: amamentar ou não

20 formas de usar o lenço umedecido

4 de novembro de 2013

As funções desse produto vão muito além da higiene do bebê. Você vai se surpreender

Conselhos para quem vai ter um bebê

25 de fevereiro de 2013

A primeira viagem de uma mãe é inesquecível, mas ela é sempre envolvida por amor, dúvidas e um bocadinho de ansiedade. Então, para te ajudar, perguntamos para algumas mamães que já estão na estrada, que conselhos elas dariam. Vamos?

Passeio escolar

22 de abril de 2013

Você deixa seu filho participar do passeio escolar com tranquilidade?

Galeria Mulher e Mãe