PostNovela / Sempre

Solidão e um bocadinho de cansaço materno... Fabiana Deziderio

20 de agosto de 2013

Solidão

Qual é a sua receita para ficar bem novamente?

Atenção para o top de 5 segundos: 5 – Iniciaremos já já o capítulo “Solidão“. 4 – Você já foi criticada pelo filhotinho? 3 – Se sentiu abalada por conta disso? 2 – Você não está só. 1 – Clique aqui.

NO AR: EPISÓDIO 68

Não adianta: mesmo com a casa cheia, com a agenda preenchida e com a vida lotada, é bem comum nos sentirmos sozinhas. O detalhe é que, muitas vezes, esse sentimento vem acompanhado de outro um bocadinho pior: a sensação de ser um lixo de mãe.

Pausa: só um minutinho, estão me chamando…

- O que diretor? Não, fofo, hoje eu vou falar tudo o que estou sentindo, não quero nem saber de roteiro. Faz o seguinte, taca um plano americano e faz uma postnovela formato testemunhal, pode ser?

Fim da pausa.

Então, desde a semana passada, venho sofrendo um processo que chamo carinhosamente de: DDM (decomposição da dignidade materna),  e ele começou na conjugação do verbo surtar:

Eu surto

Tu surtas

Ele surta

E TODO MUNDO PIRA!!!!

Joaquim, como qualquer criança normal, muda de fase todo santo dia e, agora, o meu moreninho está com uma mania insuportável de RH DE MÃE em processo de corte. As frases são impactantes (e doloridas): “Não quero mais que você seja a minha mãe”, “Não estou falando com você, só com meu pai” e “Eu vou para outra casa, com outra mãe”.

Olha, apesar de amar meu filho, confesso que isso é um pé no saco. E como pequenas feridas abrem quando estamos cansadas, isso começou a minar as minhas forças… Teve um dia (um não, vários, rs) que me senti a margarina do milho do cocô do cavalo do bandido, pode Arnaldo?

Aí, entre acabada/tem que fazer as coisas, peguei um táxi para deixar o Joaquim na escola, mas estava tão podre que pedi para o motorista me esperar e me devolver pra casa (coisa que sempre faço a pé), afinal, andar é para os fortes. E entre esgotamento mental, físico, espiritual e intestinal, abri a porta de casa. Lembrei, então, da enorme quantidade de coisas que tinha para fazer e desabei. Comecei a chorar! Chorar de borrar rímel, de escorrer na parede, de me sentir a protagonista de Maria do Bairro!!! E foi uma viagem sem escalas para o fundo do poço da solidão. Só que, chegando lá, acendi uma lanterninha (medo do escuro) e descobri algo pendurado na parede. Algo que lembrava uma receita, um alento, uma forma de me resgatar.

Meus olhos seguiram pelo papel e encontraram o seguinte conteúdo:

Mingau de amido de milho com oração de São Francisco.

- Dissolva 3 colheres de amido de milho num copo de leite (N. do A. – se estiver de dieta, use o desnatado).

- Coloque em uma panela com + 2 copos de leite (N. do A. – se estiver de dieta, use o desnatado)

- Acrescente açúcar a gosto (N. do A. – se estiver de dieta, use o light)

- E mexa entoando a oração de São Francisco (N. do A. – esqueça a dieta e se “cacentra”).

Enquanto mexe, ore, enquanto ora, o mingau engrossa e, quando ele engrossa, acende uma luz no coração.

Voltei imediatamente para a cozinha. Preparei a receita do jeitinho explicado, coloquei no pratinho, joguei uma canelinha em cima e comi como se fosse a melhor coisa do mundo.

O resultado? Eu me resgatei, eu mesma, sozinha, sem ajuda de ninguém. Não precisei  fazer uma viagem longa, nem mesmo passar o dia num spa, não cobrei ninguém, não joguei na cara do meu marido que muitas vezes me sinto desamparada. É como se aquele mingau, partilhado entre mim e Francisco, acalmasse todas as minhas dores. Portanto, amiga webspectadora, se você está sofrendo de DDM, ache sua receita, mas não se permita sofrer. Sei que nos sentimos só e cansadas, mas quero relembrar que nascemos para a felicidade e ela é simples e fácil, só depende de nós!

Um beijo bem grande com direito a trilha.

FIM

Não perca o próximo e reflexivo episódio de Fragmentos da Vida Materna, a primeira postnovela materna brasileira.

fabianadeziderio_interna

A Fabi chegou no finalzinho de 2011 e emprestou para nós sua filosofia de vida e de maternidade: se tudo mais falhar, ria de si mesma!

Ela é fundadora da postnovela “Fragmentos da Vida Materna” e é também a gerente da plataforma Mulher & Mãe.

Deixe o seu Comentário


  • Louizi Leão

    Amei <3

    • Fabiana Deziderio

      Eba!!!! Beijão :)

  • Silma Matos

    qui tbm tô assim, a filhota me dando essas respostas, é só uma fase, logo vem outras, outras e mais outras… #vidademãe
    Bjs

    • Fabiana Deziderio

      Sil, toda razão #vidademãe hahahahahahahaha. Bjokas

  • silvia ferreira

    Obrigada por ser nossa porta voz que alívio não sou louca rsss

    • Fabiana Deziderio

      Louca? Tá doida? Rs. Os sentimentos são comuns flor. Todos sentimos solidão :) Love u xuxu.

  • Marininha Breithaupt

    Sou sua fã!! Já disse?? rsrs Adoro!! Bom, por aqui já super me acostumei, mas nem por isso sofro menos. è que já estou no meu segundo emprego de mãe, sendo assim…sou mandada ao RH toda semana para acertar minhas contas. … … … :*

  • Helena Sordili

    Tem dia que é de f… ne? Ops! Mãe não fala palavrão ne?
    Força aí e to aqui para o que precisar!
    beijao

  • Mariana Bertalot

    É tem dia que só mingual de São Francisco no café, no almoço e na janta para animar!!
    Bjs
    Mari
    #amigacomenta

  • Débora Araújo

    Quer companhia tia Fabi? Aqui o que me esgota todas as forças que sobraram no fim do dia é simplesmente escutar de AL: “Eu não gosto de dormir. Eu não estou com sono!” Como assim, não gosta de dormir? Toda noite tem show!
    Beijo e força na peruca!
    Débora Araújo
    #amigacomenta
    @personalbebe

  • Flávia Pellegrini

    Amei, Fabi.
    Adoro seus textos, e super curti o RH de mãe!
    Beijos,
    Flávia Pellegrini
    @blognapracinha
    #amigacomenta


Editoriais em Destaque

20 formas de usar o lenço umedecido

4 de novembro de 2013

As funções desse produto vão muito além da higiene do bebê. Você vai se surpreender

Dentinhos nascendo: saiba como aliviar os sintomas

21 de outubro de 2013

Mães dão dicas preciosas para você passar ilesa por essa fase

Livros Infantis para pais e filhos

29 de janeiro de 2013

Livros infantis estimulam a imaginação e são uma excelente atividade para pais e filhos.

Conselhos para quem vai ter um bebê

25 de fevereiro de 2013

A primeira viagem de uma mãe é inesquecível, mas ela é sempre envolvida por amor, dúvidas e um bocadinho de ansiedade. Então, para te ajudar, perguntamos para algumas mamães que já estão na estrada, que conselhos elas dariam. Vamos?

Galeria Mulher e Mãe